Anuncie aqui

O que é Threshold Network (T) token, DeFi, fusão entre NuCypher (NU) e Keep Network (KEEP)?

Threshold Network é o primeiro produto do tipo de uma fusão entre dois protocolos descentralizados NuCypher (NU) e Keep Network (KEEP) para fornecer total segurança e privacidade aos seus usuários. O Threshold Network obtém seus elementos estruturais do Keep Network e os elementos de privacidade do NuCypher. A rede combinada fornece um conjunto de serviços de cripto Threshold que visam resolver algumas das maiores preocupações em torno da privacidade, além de conceder aos usuários total soberania sobre seus ativos digitais no blockchain público. Seus serviços incluem o serviço de recriptografia de proxy (PRE) e o protocolo de ponte tBTC.

O que é Threshold Network (T)?

A Threshold Network (T) foi lançada em janeiro de 2022 como o produto da primeira fusão on-chain entre duas redes descentralizadas existentes a Keep Network e a NuCypher. A Threshold Network foi criada para garantir a soberania do usuário sobre seus próprios ativos digitais incluindo carteiras simples e criptomoedas, mas também dados do usuário e informações da empresa contidas em contratos inteligentes e aplicativos descentralizados (DApps), bem como tokens não fungíveis (NFTs) e outros ativos digitais. Além disso, foi lançado para abordar questões de dados e privacidade em resposta a vários hacks em blockchains e o setor financeiro digital descentralizado se tornando mais popular como visto pela Rússia eMovimento da Índia para introduzir tributação sobre ativos digitais. Para fazer isso, a rede Threshold combina dois elementos principais:

Bitsler

  • Da Keep Network: Os elementos estruturais da Threshold Network são retirados da Keep Network, que usa contêineres fora da cadeia para criptografar, armazenar e transmitir dados privados. Esses contêineres fora da cadeia são conhecidos como “keeps” e são acessíveis aos contratos inteligentes do desenvolvedor sem comprometer a privacidade do usuário ou a transparência da rede. Essa tecnologia foi testada com um resultado positivo anteriormente quando foi usada para tBTC, que é considerada uma das pontes Bitcoin ( BTC ) mais confiáveis ​​​​em DeFi – conectando BTC a Ethereum.
  • Do NuCypher: Funcionando em cima dos “keeps”, estão as ferramentas de privacidade do NuCypher, incluindo seu gerenciamento de informações secretas ou confidenciais, por meio das quais ele processa e criptografa os dados sem nunca revelá-los. A rede também pode conceder e revogar o acesso a informações confidenciais, protegendo-as caso seja identificada alguma atividade incomum. Além disso, a Threshold Network aproveita as ferramentas de recriptografia de Proxy do NuCypher, que podem delegar direitos de descriptografia com segurança.

O aspecto mais importante da Threshold Network, no entanto, é sua determinação em permanecer descentralizada e orientada para a comunidade. Isso será realizado por meio do lançamento da organização autônoma descentralizada Threshold (DAO), que incorporará membros das redes Keep e NuCypher, importando imediatamente uma comunidade experiente e ativa. A própria decisão de lançar o DAO foi um aceno ao seu desejo de manter a tomada de decisão descentralizada, uma vez que foi acordado por meio de um processo de votação.

Como funciona Threshold Network (T)?

Threshold distribui operações e informações confidenciais para múltiplas entidades independentes – como nodes (nós) em uma rede. Para que uma operação seja bem sucedida, ela precisa de um threshold (limite) ou de um número mínimo dessas entidades cooperando entre si. Essa simples ideia aprimora a segurança e a disponibilidade de um sistema de informação.

Ela também reduz a dependência de partes confiáveis, pois nenhum participante é capaz de corromper o sistema. Contanto que um número mínimo de participantes siga as regras, mesmo que haja alguns indivíduos mal-intencionados, o sistema continuará funcionando de forma segura e correta. No caso de um sistema com custódia centralizada, por exemplo, uma única pessoa mal intencionada pode roubar os fundos dos usuários. Sistemas de cripto de threshold oferecem proteção contra esse ponto único de falha.

Ecossistema Threshold

O ecossistema Threshold foi criado a partir da fusão da NuCypher e da Keep Networks em uma única rede descentralizada. A Threshold oferece um conjunto de serviços de cripto de threshold para aplicações da Web3 através de uma rede descentralizada de nodes. Os serviços na Threshold Network incluem a reencriptação de proxy para gerenciamento de informações confidenciais controladas pelo usuário e controle de acesso dinâmico, além do tBTC v2, um serviço de bridging de ativos (de Bitcoin para Ethereum) descentralizado e permissionless.

Proxy Re-encryption (PRE)

A Threshold Network, com a cripto de threshold, oferece uma solução única para os desafios relacionados à privacidade do usuário em plataformas Web3. O serviço de reencriptação de proxy (Proxy Re-Encryption, PRE), é um middleware de cripto destinado a aplicações que preservam a privacidade do usuário.

O Proxy Re-encryption é um protocolo de encriptação de ponta a ponta escalonável, que permite que um proxy transforme dados criptografados (reencriptação) de uma chave de encriptação para outra, sem revelar os dados. Observação: em relação aos dados mencionados, ambos os termos “criptografado” e “encriptação” se referem ao processo de codificação de dados e informações. Os nodes na Threshold Network atuam como essas entidades de proxy e usam a cripto de threshold para reencriptação de dados de forma segura e cooperativa para os destinatários, com base em condições de acesso definidas pelo proprietário dos dados.

O PRE é diretamente aplicável a casos de uso que visam manter a propriedade dos dados enquanto facilitam os recursos de compartilhamento de dados, como assinaturas pagas de conteúdo criptografado ou a transferência de propriedade de dados para NFTs criptografados. Os dados, onde quer que sejam armazenados, permanecem privados e criptografados, desde que os proprietários dos dados preservem a sua capacidade de compartilhar esses dados e de aplicar controles de acesso usando cripto.

Para visualizar como isso funciona, imagine que a Alice gostaria de compartilhar dados com outro usuário ou aplicativo de forma segura. Para isso, Alice geralmente fornecia a um serviço centralizado, dados não criptografados ou chaves de encriptação privadas. Com o serviço PRE da Threshold, as aplicações da Web3 permitem que Alice armazene seus dados criptografados em qualquer lugar e crie políticas de acesso personalizadas na blockchain, que definem quem pode acessar determinados dados, de maneira segura e descentralizada.

O acesso a esses dados é controlado pelos nodes descentralizados na Threshold Network, que impõem as políticas de acesso de Alice (e de outros usuários) e estão prontos para fazer a reencriptação dos dados para os destinatários correspondentes. Esses nodes descentralizados não conseguem acessar os dados subjacentes, pois o processo de reencriptação não é capaz de descriptografar os dados.

Quando o destinatário deseja acessar os dados compartilhados, eles primeiro os obtêm a partir do armazenamento. Em seguida, eles solicitam que os nodes efetuem a reencriptação. Cada node é capaz de efetuar a reencriptação de apenas um fragmento dos dados. O destinatário deve coletar um número limite (threshold) de fragmentos de reencriptação para descriptografar os dados. Graças ao design exclusivo do Proxy Re-Encryption da Threshold, as aplicações Web3 garantem que os dados do usuário estejam sob seu controle total, enquanto operam em uma blockchain pública.

tBTC v2

As soluções existentes de bridging de Bitcoin para Ethereum exigem que os usuários enviem seu Bitcoin a um intermediário, que então emite um token da Ethereum de valor equivalente. Esse modelo centralizado exige que você confie em terceiros e é propenso à censura, sacrificando a ideia do Bitcoin de descentralização segura e sistema permissionless.

  Ethereum atinge US$ 2.000: comunidade especula preços de $3.000 até $5.000

A segunda geração do tBTC é um serviço de bridging verdadeiramente descentralizado entre Bitcoin e Ethereum e fornece aos holders (detentores) de Bitcoin acesso permissionless ao setor DeFi e ao universo Web3 em expansão. O tBTC v2 substitui intermediários centralizados por um grupo selecionado aleatoriamente de operadores, que executam nodes na Threshold Network.

Este grupo de operadores independentes trabalha em conjunto para proteger seu Bitcoin depositado por meio de cripto de threshold. Isso significa que o tBTC v2 requer um limite (threshold) no sentido de que a maioria desses operadores deve concordar em acessar ou realizar qualquer ação com seu Bitcoin. Ao alternar a seleção de operadores semanalmente, o tBTC v2 garante proteção contra qualquer indivíduo ou grupo de operadores que tente assumir o controle. Ao contrário de outras soluções no mercado, os fundos dos usuários são controlados por matemática, e não por hardwares ou pessoas. Além disso, o tBTC v2 é permissionless, o que o torna acessível a todos.

DAOs da Threshold Network

Os DAOs da Threshold Network são fundamentais para manter a descentralização não apenas fornecem à comunidade projetos orientados pela comunidade e uma plataforma para votação democrática e descentralizada, mas também ajudam a administrar toda a rede. Isso é alcançado por meio do sistema de governança de três pontas do Threshold DAO. O sistema de três vertentes é usado de forma a permitir que cada um mantenha os outros dois responsáveis, da mesma forma que um sistema de freios e contrapesos nos governos centrais. Esses três componentes têm as seguintes funções:

  • StakerDAO: Este DAO contém o poder de decisão central na rede, pois são os stakers que executam os nós descentralizados que verificam as transações e, assim, mantêm a rede funcionando. Cada membro deve ter uma participação na Threshold Network e seu poder de voto é decidido pelo tamanho de sua participação.
  • TokenHolderDAO: Os membros deste DAO gerenciam a tesouraria, a emissão de tokens e a governança da rede por meio de votação descentralizada e tomada de decisão orientada pela comunidade. Em um esforço para manter a responsabilidade, este DAO pode vetar propostas do StakerDAO. Cada membro do TokenHolderDAO deve conter Threshold Network Tokens (T).
  • Conselho eleito do Keep e representante do NuCypher: Este conselho eleito de membros decide sobre as recompensas dos apostadores para incentivar os detentores de tokens a se tornarem apostadores na rede. Este conselho também tem o poder de vetar propostas para garantir que o curso da rede permaneça descentralizado e alinhado com o espírito da Rede Limiar, e para manter a responsabilidade.

Token T

A criptomoeda T é o token nativo atualizado da Threshold Network, que funciona como um token de utilitário para a rede e como um token de governança para o Threshold DAO. Há um fornecimento em circulação de 8.245.460.686 T moedas e um máximo de 10.000.000.000 T moedas. O token T permite o funcionamento da rede, mas também oferece maneiras de ganhar:

  • Recompensas de staking: como em todos os algoritmos de consenso de prova de participação (PoS), os usuários devem apostar seus tokens para se tornarem nós de validação e receber recompensas – com recompensas emitidas por comportamento honesto e penalidades emitidas por comportamento desonesto. A quantidade de $T apostada por cada nó afeta a quantidade que o nó de validação receberá em recompensas (quanto mais $T apostado, maior a probabilidade de serem selecionados para verificar um bloco), bem como seu poder de voto no DAO .
  • Liquidity Pools (LPs): A Keep Network propôs fornecer incentivos para os usuários transferirem sua liquidez do pool KEEP – ETH disponível no UniSwap para um pool T – ETH. Isso aumentaria as recompensas de rendimento disponíveis, aumentando assim o número de possíveis detentores de tokens Threshold e aumentaria o alcance de novos membros da comunidade para o DAO da rede.

Os detentores do T Token podem ajudar a executar a Threshold Network apostando e executando um nó descentralizado para verificar a atividade na rede, o que eles são incentivados a fazer sem usar nenhuma autoridade centralizada. Além disso, sendo membros ativos do DAO e participando de votações e discussões, os detentores de tokens T podem garantir que a rede permaneça orientada e descentralizada pela comunidade.

Onde comprar o token T?

O token T pode ser comprado em várias bolsas de criptomoedas principais, algumas das maiores são: Binance, OKX, CoinW e Bybit.

Previsão de Preço Threshold Network (T)

O preço do Threshold Network está previsto para atingir um nível máximo de $0.0876 ao longo de 2022. De acordo com o nosso índice de previsão de preço cripto, em 2023, o preço do Threshold Network (T) pode atingir um nível máximo de $0.1686, com o preço médio de negociação de $0.1254. De acordo com o nosso índice de previsão de preço cripto, em 2025 T deve cruzar um nível de preço médio de $0.2032.

O valor mínimo esperado do preço do Threshold Network no final do ano atual deve ser $0.1877. Além disso, T pode atingir um nível de preço máximo de $0.2071. O preço do Threshold Network está previsto para atingir o nível mais baixo possível de $0.1799 em 2030. De acordo com o nosso índice de previsão de preço cripto, o preço do T pode atingir um nível máximo possível de $0.3317, com o preço médio previsto de $0.2500.

Conclusão

Threshold Network é uma blockchain ambiciosa que visa remover pelo menos duas grandes limitações do verso de cripto. Primeiro, os serviços criptográficos da Threshold capacitam os usuários com segurança e privacidade absolutas. Em segundo lugar, a rede oferece uma maneira verdadeiramente descentralizada e sem confiança para os detentores de Bitcoin negociarem e investirem seus ativos em plataformas baseadas em Ethereum. Com o próximo lançamento da tBTC v2 Bridge , o potencial inexplorado da liquidez do Bitcoin e as oportunidades de rendimento na rede Ethereum prometem revolucionar o espaço cripto.

Mais sobre T



* O PortalCripto preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

você pode gostar

Next Article:

0 %