BC.GAMEReivindique 5BTC Agora

TRON Lidera Atividade Ilicita no Mercado de Criptos, Revela TRM Labs

Tomada Rápida
  • TRON lidera em atividades ilícitas com 45% do volume.
  • USDT preferida para financiamento do terrorismo, com mais de US$ 19 bilhões.
  • Diminuição de 9% nas atividades ilícitas cripto em 2023.
Fundador da Tron quer comprar US$ 1,1 bilhão em Bitcoin apreendido pelo governo dos EUA
BC.GAMEBCGAME - O melhor cassino, bônus diário grátis de 5BTC!BC.GAME Bônus diário grátis de 5BTC !
Cadastre-se agora

Em um revelador relatório publicado pela TRM Labs, descobriu-se que a rede TRON se destacou em 2023, sendo responsável por uma fatia considerável de 45% do volume total de atividades ilícitas no universo das criptomoedas. Esta porcentagem marca um aumento em relação ao ano anterior, onde a rede registrava 41% do volume ilícito.

Este ano, a TRON, sob a liderança do empresário Justin Sun, não só manteve sua posição predominante em atividades ilegais em comparação com outras redes importantes como Ethereum e Bitcoin, que contabilizaram 24% e 18% respectivamente, mas também emergiu como a rede preferida para hackers, particularmente aqueles associados à Coreia do Norte. Esses criminosos frequentemente utilizam a TRON para trocar fundos roubados, principalmente em USDT, que são depois convertidos em moeda fiduciária através de operações de balcão (OTC) de alto volume.

O relatório da TRM Labs, intitulado “A economia criptográfica ilícita”, destaca também a preferência pela stablecoin USDT, emitida pela Tether Inc., no financiamento de atividades de terrorismo, representando mais de US$ 19 bilhões em fundos ilícitos. Em contrapartida, a USD Coin (USDC) registou um volume ilícito significativamente menor, de apenas US$ 428,9 milhões.

Interessantemente, enquanto algumas categorias de financiamento ilícito no espaço das criptomoedas mostraram diminuição, as vendas de drogas através da darknet experimentaram um crescimento, de US$ 1,3 bilhão em 2022 para US$ 1,6 bilhão em 2023. Notavelmente, o volume de vendas de drogas que utilizaram a rede TRON mais que quadruplicou durante este período.

A escolha pela blockchain TRON por parte dos cibercriminosos é atribuída às suas baixas taxas de gás, estabilidade de preço e a percepção de que as transações são mais difíceis de serem rastreadas, embora esta última esteja se tornando rapidamente um conceito ultrapassado.

Leia também:   Preço do Bitcoin volta aos US$ 70 mil após recuperação do mercado

Em uma nota positiva, o relatório apontou uma diminuição de 9% nas atividades ilícitas no espaço das criptomoedas em 2023, com o total de fundos ilícitos caindo para quase US$ 35 bilhões. As fraudes e golpes continuam a constituir uma grande parte dos crimes relacionados com criptos, embora a proporção de fundos ilícitos tenha diminuído ao longo do ano.

Este declínio nas atividades ilícitas pode ser atribuído ao aumento da pressão por parte de governos e agências de aplicação da lei. O relatório destaca um esforço notável dos EUA, que triplicou o número de entidades e indivíduos relacionados ao crime criptográfico sujeitos a sanções.

Isenção de responsabilidade: As visões e opiniões expressas pelo autor, ou qualquer pessoa mencionada neste artigo, são apenas para fins informativos e não constituem aconselhamento financeiro, de investimento ou outros. Investir ou negociar criptomoedas traz um risco de perda financeira.
Total
0
Shares

Artigos relacionados