Rússia não tem planos de banir criptomoedas, diz vice-ministro das finanças

Um funcionário do governo russo informou a alguns repórteres que o país não tem planos de proibir a compra de criptomoedas por cidadãos em exchange de criptomoedas estrangeiras fora do pais.

Na terça-feira em uma palestra da “Digitalização de Mercados Financeiros” no MGIMO, o vice-ministro das Finanças Alexei Moiseev afirmou que a Federação Russa não planeja seguir o mesmo caminho da China para banir todas as atividades criptográficas. A palestra teve muitas perguntas dos alunos sobre a situação das criptomoedas no país. Moiseev também afirmou que acredita que os direitos dos cidadãos de comprar e usar carteiras fora da Federação Russa não serão alterados.

No entanto, ele confirmou que as criptomoedas não seriam aceitas como meio de pagamento na Rússia para evitar a perda do controle do suprimento de dinheiro. Ele reiterou a afirmação do governo de que aceitar o BTC como moeda oficial poderia prejudicar o sistema financeiro e econômico do país.

“Claro, um cidadão russo pode ter uma carteira aberta fora da Federação Russa, mas são as operações dentro da Federação Russa que eles estarão sujeitos a proibições, eu acho, por todo o futuro previsível, devido ao fato de que isso é financeiro soberania.”

A compra de criptomoedas no país não é permitida devido a uma lei sobre ativos financeiros digitais que considera ilegal a emissão de moedas digitais que não sejam respaldadas por ativos reais em plataformas financeiras russas estabelecidas. O vice-ministro das finanças também pediu aos legisladores que definam corretamente as moedas digitais e categorizem a tecnologia blockchain no código civil russo.

  O que é Corra Finance (CORA) token, plataforma de blockchain plug-and-play?

Muitas semelhanças entre os países da China e da Rússia levaram a comunidade de cripto a se perguntar se a Rússia também poderia decidir sobre uma proibição geral de criptomoedas como a China. E embora a Rússia pareça estar tão preocupada quanto a China com os riscos financeiros de um sistema monetário descentralizado, eles se abstiveram da política sem criptografia da superpotência asiática.

Aksakov também apontou que os bilhões de dólares gastos atualmente na compra de criptomoedas podem ser canalizados para uma grande lucratividade, de preferência por meio de estruturas legislativas. A decisão de introduzir restrições legislativas foi inspirada por um motivo para proteger os investidores privados.

“Precisamos prescrever na legislação as normas que protegerão o investidor desqualificado em investimentos mal intencionados em moedas digitais.”

ENTREGUE TODAS AS SEGUNDAS-FEIRASAssine nosso boletim informativo de Notícias
Ao se inscrever, você concorda com nossos Termos de serviço e política de privacidade.

* O PortalCripto preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

você pode gostar

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Article:

0 %
error: O conteúdo está protegido!!