Quentin Tarantino é processado pela Miramax, por um leilão de NFTs Pulp Fiction

A empresa de cinema de Hollywood, Miramax, processou Quentin Tarantino, o aclamado diretor de cinema, pelo leilão de uma série de NFTs com o tema Pulp Fiction. Tarantino anunciou que leiloaria uma série de itens nunca antes vistos do filme na forma de NFTs, incluindo a famosa cena do roteiro escrito à mão “royale com queijo”. O leilão utilizaria uma blockchain chamada Rede Secreta, que permitiria que o conteúdo desses NFTs permanecesse secreto até a venda do item.

A Miramax afirma que, embora Tarantino detenha os direitos de qualquer publicação impressa do roteiro, os NFTs não fazem parte dela. O processo declara:

A venda proposta de algumas páginas ou cenas do roteiro original como uma NFT é uma transação única, que não constitui publicação e, em qualquer caso, não se enquadra no significado pretendido de ‘publicação impressa’ ou ‘publicação de roteiro.

O processo explica ainda que o direito de vender quaisquer NFTs pertence e é controlado pela Miramax.

  Shiba Inu terá seu mercado próprio para SHIB: o ShibaNet
ENTREGUE TODAS AS SEGUNDAS-FEIRASAssine nosso boletim informativo de Notícias
Ao se inscrever, você concorda com nossos Termos de serviço e política de privacidade.

* O PortalCripto preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

você pode gostar

Comments are closed.

Next Article:

0 %